Atualmente o mercado de contagem de fluxo de pessoas oferece muitas opções para o monitoramento deste KPI.
Mas qual tecnologia devo utilizar?
Esta pergunta é muito comum no mercado brasileiro, e acaba gerando muitas dúvidas e mitos.
Vamos conhecer os diferenciais e a evolução dos sensores e cameras para mapeamento de público.

O objetivo deste artigo é mostrar as características de cada equipamento, suas funções, nível de precisão e aplicações viáveis.

Contador Manual

O contador manual até hoje é utilizado com certa frequência em algumas lojas.
Infelizmente é uma solução com grande margem de problema.
A pessoa responsável pela contagem pode perder o controle por diversos fatores do ambiente, como: distração, outras responsabilidades, ausência momentânea do local, troca de turno, etc.

Precisão: Baixa
Características: Necessário ações humanas para contagem
Funções: Apenas contagem básica
Aplicações: Controle de público em portarias

Sensor Infravermelho

Apesar da solução ser antiga, possui uma característica interessante que envolve o início da automatização com recursos tecnológicos.
Infelizmente a solução também possui grande margem de problema.
Este tipo de sensor não é capaz de contar todas as passagens, não possui inteligência para separar o público e principalmente, identificar passagem multiplas. Um exemplo clássico é a passagem de 5 pessoas, porém com o registro de apenas 1.

Precisão: Baixa
Características: Automatização no processo de contagem
Funções: Apenas contagem básica
Aplicações: Controle de público em portarias

Cameras Monoculares

As soluções monoculares foram criadas para analisar imagens em cameras convencionais de monitoramento. São capazes de contar multiplas passagens, porém possui grande margem de erro devido a diversidade de objetos que necessitam de tratamento visual. Para o tratamento da imagem, todas as cameras precisam estar conectadas em um servidor, para que o software de análise visual realize a captura e o tratamento dos objetos passantes.
Existem falhas na identificação de pessoas, muitas não são identificadas na imagens tratadas.
Outros problemas que podem ocorrer são: contagem de carrinhos de compra e bebê, sombras, reflexos, animais, etc.

Precisão: Baixa
Características: Contagens multiplas
Funções: Contagem de entradas e saída
Aplicações: Controle de público em portarias

Cameras 2D

As cameras 2D não necessitam de servidores locais, possui firmware próprio para análise de imagem. São em sua grande maioria desenvolvidos por empresas especializadas em tratamento de imagens. Possuem vantagens no tratamento de objetos, como sombras e reflexos. Não possuem controle sobre a profundidade dos objetos, não sendo possível a separação por altura.

Precisão: Média
Características: Uma lente, firmware interno, avanço no tratamento de imagens
Funções: Contagem de entradas e saída
Aplicações: Controle de público em portarias, corredores, andares e outros locais.

Sensores Térmicos

Sensores térmicos são ótimo para evitar a contagem de objetos, como carrinhos. Possuem precisão mediana e são indicados para diversas aplicações, como lojas, shopping e supermercado.
Utilizam a sensibilidade térmica para identificar as pessoas passantes.

Precisão: Média-Alta
Características: Térmico, firmware interno
Funções: Contagem de entradas e saída
Aplicações: Controle de público em portarias, corredores, andares e outros locais.

Cameras 3D

Os sensores 3D são extremamente avançados, realizam o tratamento através de renderização da imagem, possibilitando análise de profundidade e estrutura de objetos.
Possuem alta precisão e grande parte dos sensores utilizados oferecem até 98% de precisão, modelos mais avançados chegam a 99%. Permitindo uma acompanhamento de KPI eficiente e aplicável em diversas área e setores.
Os mesmos sensores podem inclusive, monitorar o tempo de permanência das pessoas em pontos específicos, como: caixas, vitrines e stands.

Precisão: Alta
Características: Tratamento 3D, firmware interno, separação de altura
Funções: Contagens multiplas, como entradas, saídas, corredores e tempo de permanência.
Aplicações: Controle de público em portarias, corredores, andares, caixas, vitrines e outros locais.

Cameras 360º

As cameras 360º possui uma grande vantagem devido ao campo de visão. Sua principal aplicação é a avaliação estatísticas de áreas quentes e frias. Permitindo um controle absoluto sobre área internas de um estabelecimento.

Precisão: Média-Alta.
Características: Visualização estendida, contagem de áreas internas.
Funções: Separação mapeada.
Aplicações: Mapeamento de área quentes e frias.

Cameras c/ Reconhecimento Facial

O reconhecimento facial é utilizado para separar o público entre idade e gênero. Este KPI é extramente utilizado no varejo para a avaliação de público consumidor. Normalmente são cameras instaladas em caixas e gôndolas.

Precisão: Média-Alta.
Características: Análise facial.
Funções: Separação por idade e gênero.
Aplicações: Avaliação de público e estratégias de marketing.

Sensores WiFi

Sensores WiFi realizam a contagem de pessoas através dos smartphones que estejam com WiFi ligados. Os equipamentos móveis não necessitam estabelecer conexão com o contador de fluxo.
Esses sensores muito úteis para contar ambientes abertos e extensos, como corredores, andares, ruas e praças. A contagem abrange um raio de alcance maior que cameras com tratamento de imagem.

Precisão: Média-Alta
Características: Contagem WiFi, contagem por raio de alcance
Funções: Contar smartphones
Aplicações: Mapa de calor